Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A dança da vida

Seg | 02.04.18

Um pouco mais sobre mim

      Antes de mais, não tive oportunidade de vir aqui desejar-vos uma Páscoa Feliz, mas espero que no dia de ontem o vosso coração tenha estado especialmente quentinho.

      Vamos, então, ao post de hoje:

 

      Há dias em que é difícil perceber se estou realizada ou não.

      Tenho consciência de que não estou totalmente realizada, principalmente a nível pessoal, no entanto, há pequenos momentos que me fazem refletir e chegar à conclusão de que às vezes pareço estar no caminho certo.

      Há momentos que colocam as minhas energias completamente em baixo e pensar que nada vale a pena, que não tenho nada na vida. Ainda assim, há outros que me fazem pensar que não é bem assim e que na realidade posso encontrar a felicidade e a plenitude em muitos momentos simples que tenho.

     Sempre fui uma pessoa negativa, no entanto, há algum tempo que tento contrariar isso e no trabalho é notório. Já a nível social… É melhor não entrar por aí. A ansiedade e a negatividade sempre andaram de mãos dadas comigo, mas para combater isso tenho tentado sentir-me bem comigo mesma e isso implica parar de me queixar daquilo que não tenho, ainda que sejam coisas difíceis de aceitar. Obrigo-me a lutar e a fazer algo que me leve a sentir melhor: uma ida à praia, passear o meu cão, contemplar a natureza…

      Sou uma pessoa minimalista e, por isso, este ano decidi criar pequenos objetivos semanais. Para muitos podem ser objetivos ridículos de tão mínimos que são, mas eu sinto-me bem e feliz com pequenas coisas. Além disso, crio esses mini-objetivos com vista a alcançar objetivos maiores. Para realizar esses objetivos semanais tenho de acreditar em mim e acreditar que sou capaz (só por isso já valem a pena), pois segundo a lei da atração aquilo em que pensamos e acreditamos chega até nós. Os meus pequenos objetivos que são delineados semanalmente, levam-me a alcançar algo maior e que, de vez em quando, me faz ser um bocadinho mais ambiciosa (porque também é preciso) e querer mais e melhor para mim. Desta forma, dedico-me às pequenas coisas que tenho para que, a seu tempo, os sonhos maiores se tornem realidade.

      É preciso sorrir para a vida (nem sempre é fácil, eu sei disso), delinear objetivos e estabelecer prioridades para que a curto e longo prazo nos sintamos realizados.

 

Vai confiante na direção dos teus sonhos. Vive a vida que sempre imaginaste.

Autor desconhecido.

 

Até breve!

2 comentários

Comentar post