Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A dança da vida

Ter | 28.05.19

O que comer quando estou nervosa

64.png

    No outro dia li um artigo que considerei muito interessante para partilhar convosco. Está relacionado com alguns alimentos que devemos ingerir quando estamos mais nervosos. Alimentos esses que, devido aos seus compenentes, ajudam a diminuir o nosso estado de stress.

       Podem ler o artigo AQUI.

       Vamos tentar?! 

 

Até breve!

Sab | 25.05.19

6 Formas de vencer o cansaço

63.png

      Há momentos em que o cansaço se apodera de nós. Acordamos sem energia, andamos o dia todo sem energia e quando chegamos a casa estamos capazes de deitar no sofá e não levantar mais.

      Existem algumas coisas que podemos fazer para nos ajudar a evitar tanto cansaço e eu vou partilhar convosco:

1.Dormir bem. Uma boa noite de sono é essencial para que o dia seguinte seja mais produtivo. Para teres uma boa noite de sono a tua rotina antes de ir dormir deve ser relaxante.

2.Beber água. É essencial hidratarmo-nos, já todos sabemos. O aconselhável é beber 1.5l por dia, mas se fores como eu e não conseguires, fica feliz por pelo menos beberes o máximo que conseguires, mas tens de fazer um esforço!

3.Intervalos. Aproveita as horas de almoço para descansar e carregar energias. Agora que começa o bom tempo, vai a um jardim próximo do trabalho ou um café com esplanada e apanha um bocadinho de sol.

4.Respirar. Aqui está uma dica que já é velha neste blog. Sente a tua respiração/ o momento. Tem consciência do ar a entrar e a sair…

5.Fazer exercício. Seja uma caminhada, corrida, yoga, ir ao ginásio… Mexe-te! Não precisas de muito tempo… Bastam 20/ 30 min e vais ver que no final te vais sentir muito melhor e com mais energia!

6.Música. Ouve música que te faça animar e ganhar energia. Pode ser no banho, enquanto estás no carro ou enquanto vais caminhar…

 

Ganha energia!

Faz bem a ti próprio!

Aproveita a vida!

 

Até breve!

Qui | 23.05.19

Parar e ouvir o nosso corpo

      Atualmente vivemos a um ritmo frenético e nem paramos para olhar para nós próprios e para os que nos rodeiam.

    Vivemos com preocupações diárias, o stress do trabalho, chegar a casa e ter imensas coisas para fazer até que chega a hora de ir deitar e não tivemos tempo para parar. Tempo para estar e para ser…

  Devemos reservar um tempo para cuidarmos, essencialmente, de nós próprios e, consequentemente, conseguimos dar atenção a quem nos rodeia.

       Como? Não tenho tempo…

       Isso é o que tu pensas! Tens de gerir o teu tempo de forma a conseguires concretizar tudo o que queres. Ainda assim deves ser flexível, de modo a que não saias frustrada, a pensar que não consegues concretizar nada. Divide pelos dias da semana as atividades que queres fazer e o tempo que queres ter para te mimares.

 

Imagina que chegas a casa às 18h:

18h10: Fazer uma caminhada/ passear o cão/ Yoga/ corrida

18h45: Banho

19h15: Cozinhar (enquanto preparas o jantar, podes ir adiantando algumas coisas para o dia seguinte, como a roupa para levar vestida, a lancheira…)/ jantar/ arrumar a cozinha

21h: Momento de cuidado pessoal (cuidar da pele do rosto, higiene oral…), ouvir música, ler…

 

      Eu gosto muito de estabelecer horários (com flexibilidade, obviamente) porque assim sei que vou ter tempo para fazer tudo o que quero e preciso…

       Tens de refletir e pensar naquilo que queres inserir na tua vida de modo a que te sintas melhor contigo e que isso se reflita nos bons sinais que o teu corpo te dá.

        Lembra-te que se não cuidares de ti, ninguém vai cuidar e se não estiveres bem contigo própria também não vais conseguir estar lá para os outros…

Ter | 21.05.19

Ansiedade

62.png

      Hoje decidi trazer-vos um post sobre ansiedade.

     No meu caso, tento sempre isolar-me um pouco, principalmente nos momentos em que sinto que estou muito ansiosa (quase com ataques de ansiedade – que ultimamente têm sido frequentes) e uma coisa que me faz imensa confusão é comer com outras pessoas (até mesmo em casa), pois algo que me acelera o meu estado de ansiedade está relacionado com uma fobia relativa à comida (exclui-se anorexia, bulimia, etc. O meu problema é outro, mas não quero partilhar, pelo menos para já).

     Assim, espero que com este post consiga ajudar alguém que tenha a ansiedade diariamente consigo e não consiga lidar com isso, porque eu sei perfeitamente qual é esta dificuldade.

     A ansiedade é um estado emocional do ser humano que se torna difícil de enfrentar quando surgem dificuldades diárias, problemas a resolver, decisões a tomar, etc. Para as pessoas que sofrem de ansiedade, qualquer situação diária que cause algum desconforto pode tornar-se difícil de gerir.

     A ansiedade pode privar-nos de muitos momentos da nossa vida devido ao medo, preocupações, inseguranças, etc, o que se torna muito constrangedor.

     A ansiedade pode ser diminuída com o auxílio de um psicólogo e com medicação… É essencial ter acompanhamento médico para que a situação seja vigiada com regularidade.

      No fundo, temos de pensar que não estamos sozinhos e que há sempre quem nos ajude. Além disso, devemos focar-nos em coisas que nos fazem bem quando sentimos que estamos a ficar com ansiedade a mais.

     É devido à minha ansiedade que tento aplicar algumas dicas de que já vos falei no blog, porque há momentos em que se torna insuportável este estado. Desde tremer a todo o momento, ter medo a todo o momento, insegurança, etc… Por exemplo, para verem o quão ridículo às vezes se torna, já tinha planeado nas minhas férias ir ao Centro Hípico. Enquanto não fui lá, não consegui acordar tranquila nenhum dia… No dia após ter ido, dormi super bem e acordei super tranquila… Ansiedade a 100%.

      Alguém partilha deste problema?

 

Até breve!

Dom | 19.05.19

O descanso no campo

61.JPG

      O que é bom acaba depressa, sempre ouvi dizer! As minhas férias chegaram ao fim…

    Ultimamente tenho tomado consciência de que apesar de adorar praia (quando era pequena íamos passear muitas vezes à beira mar), comecei a aperceber-me de que o que me traz verdadeira tranquilidade é o campo – a cor verde, o vento a abanar as árvores, os passarinhos a cantar, a calma, o silêncio – adoro, adoro, adoro!

    Felizmente, onde vivo tenho um espaço que dá para desfrutar de todas as características que enumerei e sabe-me pela vida! Cada vez tenho dado mais valor àquele lugar que faz tão bem à minha mente/ alma.

    Portanto, nestas férias decidi ficar por aqui. Na verdade também não havia muito para onde ir porque foi apenas uma semana e tinha outras coisas para fazer. Mas como me dá imenso gosto toda esta natureza que me envolve não houve problema!

    Tudo isto para vos dizer que devem perceber o que vos faz felizes e vos realiza apesar de serem coisas mínimas. Ouçam o vosso coração e dediquem tempo a explorar o que vos faz bem. Experimentem várias coisas até encontrarem aquilo que vos tranquiliza e que vos dá gozo!

 

Até breve!

Pág. 1/2