Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A dança da vida

Sab | 10.11.18

A minha alimentação

      Todos, mas TODOS os santos dias tem de haver alguém que diga que estou magra, ou que voo com o vento, ou que qualquer dia desapareço… Fico extremamente irritada com isso. Tento respirar fundo e seguir, mas fica a moer na cabeça.

      Na verdade, eu tenho consciência da minha magreza, mas cada um é como é e só eu sei o que está por detrás dela!...

      Ainda assim, tendo essa consciência, e porque EU não me gosto de ver assim, vou tentar alterar alguns hábitos. Vou tentar mudar o que como ao pequeno-almoço, introduzir meio da manhã e introduzir sopa e mais legumes na minha alimentação.

      Claro que as mudanças não vão ser visíveis de um dia para o outro, mas vou tentar manter este regime durante algum tempo (aiiii, vai ser tão difícil :/). Se não conseguir sozinha, terei de recorrer a um nutricionista…

      Acho que temos de fazer muito mais por nós. E eu quero muito engordar. Porque não esforçar-me? Vai ser das coisas mais difíceis, eu conheço-me bem, mas vou tentar. E embora seja difícil ouvir todos os dias os mesmos comentários, lá no fundo, talvez foram eles a rampa de lançamento para eu colocar mãos à obra, devo confessar… Porque no fundo, a magreza que eu via (e não gostava), também era visível aos olhos dos outros...

      Vou deixando-vos a par deste processo!

 

      E tu, o que tens feito por ti ultimamente?

 

Até breve!

Dom | 04.11.18

A importância de socializarmos

      Ainda no seguimento do post anterior, não sou pessoa de socializar muito. Não tenho muitos amigos e não tenho muito contacto com pessoas.

      No outro dia, estava num dia menos bom e recebi um telefonema de uma amiga que já não vejo há imenso tempo. Acreditam que quando desliguei o telefone, o meu sorriso despertou e a minha disposição mudou?

      É importante termos momentos nossos, apenas connosco, para nos mimarmos, para estar apenas em contacto com o nosso ser. No entanto, é igualmente importante manter a nossa vida social: um encontro, um passeio, um café ou simplesmente um telefonema…

      Precisamos de manter o equilíbrio entre momentos só nossos vs momentos partilhados com outras pessoas, porque é importante conectarmo-nos connosco próprios, mas também é importante estar com pessoas, conviver, trocar e partilhar ideias e momentos... 

      Rodeia-te de pessoas que te fazem bem, que acreditam em ti e que estão lá para o bom e para o mau…

 

Até breve!

Sab | 03.11.18

O que significa aproveitar a minha idade?

      Tenho 26 anos.

      Considero que não vivi muito nestes anos. Não fiz o normal que o pessoal da minha idade costuma fazer: muitos jantares em grupo, praticar desporto, encontros de amigos, ir a concertos, ver o pôr-do-sol, cinema, bailes...

      Sou muito pacata e quem me dá a minha casinha, dá-me tudo. Durante a semana, quando saio do trabalho só penso em chegar a casa... Raras (muito raras) são as vezes que durante a semana alguém me vê na rua depois da hora do trabalho. E até mesmo ao fim-de-semana. Antigamente, os Domingos eram para passear. Agora não. Prefiro ficar em casa, embrulhada no cobertor.

     Ontem, construtivamente, uma colega de trabalho disse-me que não estou a aproveitar a idade que tenho. Eu concordei, porque tenho noção que a vida não se resume a casa-trabalho, trabalho-casa. Há muito além disso, tenho essa consciência.

      Mas surgiu-me uma questão: O que é, realmente, aproveitar a vida na minha idade (fora os anos todos que já perdi)?...

      Eu não quero sair só porque sim. Só para ver pessoas. Só para dizer que não estive em casa. Quero ter um propósito, mas ao mesmo tempo sei que me estou a ficar pelo confortável e não arrisco...

      Confesso que já fiz pesquisas: escolas de dança, ginásio, aulas de yoga, sítios a visitar aqui perto... No entanto, quando acabo um dia de trabalho e estou a caminho de casa penso "ainda bem que não me inscrevi em nada. Só me apetece ir para casa"...

 

      Desculpem este post um bocadinho mais deprimente,  mas realmente é algo que anda a mexer muito comigo e a conversa de ontem deixou-me a pensar... :/

 

Um beijinho*

Até breve!

Pág. 2/2